Uma aula de Jornalismo Humano no Chile

Repórter causa comoção em cobertura de incêndios no Chile.

Ramirez pediu para ‘não filmar a dor’ de quem perdeu tudo.

Durante a pior onda de incêndios florestais da história do Chile, o repórter Gustavo Ramirez viralizou nas redes sociais após pedir para que seu câmera não filmasse pessoas em lágrimas perante as suas casas destruídas.

“Não filme a dor delas”, disse o jovem ao câmera, mudando o ângulo das imagens. Tanto no Twitter como no Facebook, os chilenos elogiaram a postura do jornalista da emissora “TVN” pela sensibilidade.

Milhares de hectares de florestas foram destruídos por incêndios no Centro e no Sul do Chile na última semana.

Milhares de hectares de florestas foram destruídos por incêndios no Centro e no Sul do Chile na última semana.

Ao menos 10 pessoas morreram e milhares de casas já foram destruídas por focos de incêndio que atingem cerca de 273 mil hectares em sete regiões chilenas. A maior parte dos mortos são bombeiros ou policiais florestais que atuam no combate às chamas.

Segundo nota do governo, há 53 incêndios ativos no país – sendo que apenas dois foram permanentemente extintos. Os focos se espalham rapidamente por causa das altas temperaturas e dos fortes ventos que atingem o Chile.

a-humanidade-no-canal-historia-o-banner

OPINIÃO BAURU TV

Raro. Muito raro encontrar profissionais assim. Até porquê, as emissoras do mundo todo, de modo geral, buscam a audiência como objetivo primeiro, e não a dignidade humana, quando se trata de tragédias.

É tão incomum, que e a reação do câmera que o acompanhava, e da jornalista âncora no estúdio, foram de surpresa em relação à atitude do repórter Gustavo Ramirez. Dá para notar com facilidade, que nenhum dos dois entendeu a reação humana de Gustavo – um posicionamento de respeito à dor alheia.

A sensação do repórter ‘comum’ quando assiste a esta transmissão de Gustavo, é de perplexidade. Dá até para ouvir (nós repórteres ouvimos isso durante toda a carreira) a imprensa ‘marrom’ rindo e esbravejando: “que repórter idiota … ele não mostra sangue … ele não filma a desgraça dessa gente direito”.

Acho que 90% dos editores responsáveis por equipes de jornalismo de TV que eu conheço no Brasil e no mundo, demitiriam Gustavo Ramirez caso ele insistisse nesse padrão.

Eu particularmente, me coloco entre os 10% que teriam imensa honra em trabalhar com um profissional assim 🙂

Paul Sampaio, perfil, 1  Paul Sampaio – Autor

Anúncios


Categorias:Arquivo Histórico, AULAS, COMUNICAÇÃO, DIREITOS HUMANOS, EDUCAÇÃO, GEO HUMANA, HISTÓRIA, MÍDIAS INTERNACIONAIS, NOSSA PRODUÇÃO, TODOS, Tragédias

Tags:, , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: