Heloisa Buarque de Hollanda lê “Se”

“Se” é um dos poemas de “Escuta”, novo livro de Eucanaã Ferraz.

“Escuta” será lançado no Rio de Janeiro no dia 16 de abril, às 19h, na Livraria da Travessa – Ipanema.

“Se”

Finjo que não percebo
faço que não há falta.

Simplesmente não sabe dizer
amor.

Faço que não percebo
finjo que não faz falta.

Mas o não dito vai largando
fios por onde passa

se aloja nos cantos do quarto
agarra no azul do casaco.

Finjo que não vejo. Até que
certo dia

peço que diga.
Não diz.

Digo e peço que repita
faço como quem guia uma criança

que se alfabetiza, amor,
repita,

ator, diz;
não, digo, amor;

insisto, amor;
interruptor, diz;

amor, digo, diga comigo,
diz intempérie.

Recosto-me sobre meu espanto paciente
e suave peço que escreva soletro

cada letra enquanto a caligrafia desenha
clara a palavra

peixe-espada.
Tento dias depois:

á-eme-ó-erre;

e a mão escreve qualquer coisa como
garrafa.

Não adianta, penso,
desista, penso, mas

em vez disso repito
a palavra trinta vezes no dia

como quem empurra
pela goela de alguém a cápsula de vitamina,

peço, digo assim não posso,
você não quer, acuso;

e vejo – você está de costas
ou talvez tenha saído – arder

entre nós a transparência mortal
da palavra não.

Conheça mais sobre “Escuta”: http://bit.ly/1BMplOo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s