Feliciano: repúdio ou não ? Discursos e votação.

Bauru testemunhou nesta segunda-feira, 22 de abril, uma discussão singular na Câmara Municipal. Uma Moção de Repúdio, encaminhado pelo vereador do PMDB, Markinho da Diversidade, levou mais de duas horas para ser votada, foi rejeitada por apertadíssimos 8 votos a 7, e demonstrou a clara divisão de opiniões sobre o que é preconceito, e o que é liberdade de expressão, em relação às declarações do Deputado Federal do PSC, Marco Feliciano, definido como Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Baixa, em relação a minorias oprimidas, como negros, mulheres e gays, nas pregações que faz como pastor da Igreja Evangélica Assembleia de Deus. Uma questão nacional, que refletiu também em nossa cidade, e que demonstra ser mais ampla, na verdade, se mostra com o uma tendência mundial, na mudança de vários valores e costumes de muitos países.

reportagem e edição Paul Sampaio

agradecimentos a Marcelo Miklos pela arte da Vitória Régia na vinheta de introdução


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s