O que é ser o presidente dos EUA

O cargo traz para seu ocupante alguns benefícios invejáveis.

Da proteção oferecida por um megaesquema de segurança até um pelotão de funcionários à disposição 24 horas por dia.

O salário também não é de se jogar fora.

O mandatário dos EUA ganha mais de 3 vezes o salário de seu colega brasileiro…

Mas quais são os principais benefícios?

Fonte: BBC Brasil

mapa-ilustrado-dos-eua

Mapa ilustrado dos EUA

Uma fortaleza voadora

Para viagens curtas, o presidente dos EUA viaja de helicóptero. Distâncias mais longas são cobertas com estilo: a bordo do Air Force One, um Boeing 747-200B construído sob medida para uso do mandatário. Com área de uso de 371 metros quadrados, a aeronave conta com salas de reunião, aposentos de luxo e mesmo um hospital.

O Força Aérea Um é à prova até de ataques nucleares - GETTY IMAGES

O Força Aérea Um é à prova até de ataques nucleares – GETTY IMAGES

E pode ser reabastecido em pleno ar. Ironicamente, Trump se envolveu em uma polêmica no mês passado ao afirmar que cancelaria um contrato bilionário para a construção da nova versão da aeronave e que voaria sem seu próprio avião.

No entanto, autoridades de segurança dos EUA disseram que isso seria um risco para a segurança do presidente, já que o Air Force One tem defesas espetaculares que incluem proteção contra explosões nucleares e ataques com mísseis.

A limusine presidencial tem o apelido de "A Besta" - GETTY IMAGES

A limusine presidencial tem o apelido de “A Besta” – GETTY IMAGES

Limusine digna de 007

Quando se deslocar por terra, Trump estará a bordo de outra fortaleza móvel – a limusine presidencial. O carro não apenas é ultrablindado, contando com proteção contra ataques com armas biológicas, como pode se defender de agressões disparando granadas e gás lacrimogêneo.

Além disso, carrega um suprimento de emergência de sangue do mesmo tipo do presidente.

Reagan, o presidente dorminhoco, principalmente nas entrevistas no início de governo. Parecia não saber o que fazia ali.

Reagan, o presidente dorminhoco, principalmente nas entrevistas coletivas no início de governo. Parecia não saber o que fazia ali.

Horário flexível

Ninguém está querendo sugerir que a vida presidencial é fácil, mas o ocupante do cargo ao menos pode flexibilizar seu horário de trabalho. Ex-presidentes, como Ronald Reagan, ficaram famosos por “fazer suas horas” no exercício da função – Reagan (1980-88) tirava sonecas ao longo do dia, enquanto George W. Bush deixava o escritório para se exercitar por horas a fio.

Estafe extenso

Sempre que necessário, Trump poderá fazer uso de um batalhão de funcionários da Casa Branca que ficam 24 horas por dia à disposição dele e de sua família. Eles incluem mordomo, seis cozinheiros (um deles só para sobremesas), médico, personal trainer e até mesmo um florista.

Obama encontra tempo para brincar com o filho de um funcionário no Salão Oval - GETTY IMAGES

Obama encontra tempo para brincar com o filho de um funcionário no Salão Oval – GETTY IMAGES

Pensão vitalícia

Não que Trump realmente precise de dinheiro, mas quando deixar o cargo, seja daqui a quatro ou oito anos (caso seja reeleito), terá uma fonte extra de renda: as leis americanas garantem a ex-presidentes uma pensão vitalícia de US$ 191 mil anuais, além de custear as despesas de mudança e o salário de um corpo de funcionários, cobrindo ainda aluguel de um escritório e material.

Por falar em dinheiro…

O salário anual presidencial é de US$ 400 mil (cerca R$ 1,28 milhão, ou R$ 106 mil mensais), quantia superior à recebida pelos mandatários de várias nações, incluindo o Brasil (o salário mensal presidencial é de R$ 30,9 mil). Há ainda uma cobertura de despesas de US$ 50 mil, isenta de impostos. Trump prometeu abrir mão de seus vencimentos e receberá um salário simbólico de US$ 1.

A Casa Branca tem 132 aposentos e 32 banheiros

A Casa Branca tem 132 aposentos e 32 banheiros

Memória eternizada

Desde os anos 30, presidentes que deixam o cargo são homenageados com a construção de uma biblioteca em que os arquivos de seu mandato serão armazenados, incluindo documentos e minutas de reuniões. Humoristas americanos já aproveitaram a deixa para fazer piada com o fato de o presidente americano ser um ávido usuário de mídias sociais, o que teoricamente daria mais trabalho para fazer registros.

Mansão de respeito

Mesmo para um bilionário, a Casa Branca, a residência oficial do presidente americano, impressiona. Conta com 132 aposentos e 32 banheiros, além de um cinema privativo e dependências esportivas. É mobiliada e seu ocupante – com ajuda da primeira dama, claro – podem personalizar a decoração com empréstimos de obras de arte junto à National Gallery of Art.

o-poder-do-presidente-dos-eua

Qual o poder do presidente dos EUA?

O presidente é eleito por quatro anos e pode ser reeleito apenas uma vez. Ele é chefe de Estado e de governo. É tarefa dele fazer com que as leis aprovadas pelo Congresso sejam executadas. Cerca de 4 milhões de pessoas trabalham para o Poder Executivo. O presidente pode, como principal diplomata, receber embaixadores e, assim, reconhecer Estados.

Assim diz a Constituição

O presidente é eleito por quatro anos e pode ser reeleito apenas uma vez.

Ele é chefe de Estado e de governo. É tarefa dele fazer com que as leis aprovadas pelo Congresso sejam executadas.

Fonte: DW – Autoria: Uta Steinwehr (fc)

o-poder-do-presidente-dos-eua-1
Cerca de 4 milhões de pessoas trabalham para o Poder Executivo.

O presidente pode, como principal diplomata, receber embaixadores e, assim, reconhecer Estados.

o-poder-do-presidente-dos-eua-2

Balanço entre os poderes

Cada um dos três poderes pode intervir no outro, o que limita de poder de todos.

O presidente pode indultar pessoas e nomear juízes federais, mas apenas com a concordância do Senado.

O presidente nomeia também, entre outros, seus ministros e embaixadores – se os senadores derem o aval.

Esse é um dos meios que o Legislativo tem para controlar o Executivo.

o-poder-do-presidente-dos-eua-3

Discurso sobre o Estado da União

O presidente tem que informar o Congresso sobre o destino do país, e ele faz isso em seu “discurso sobre o Estado da União”.

Apesar de não ter o poder de apresentar propostas de leis ao Congresso, ele pode expor suas prioridades no seu discurso.

Assim, pode fazer pressão sobre o Congresso. Mas não mais do que isso.

o-poder-do-presidente-dos-eua-4

Ele pode simplesmente dizer “não”

Se o presidente enviar de volta ao Congresso um projeto de lei sem sua assinatura, significa que ele usou seu poder de veto.

E esse veto somente poderá ser revogado por uma maioria de dois terços nas duas câmaras.

De acordo com o Senado, dos cerca de 1.500 vetos na história dos EUA, somente 111 foram derrubados.

o-poder-do-presidente-dos-eua-5

Zona nebulosa na definição de poder

A Constituição e decisões da Suprema Corte não deixam bem claro quanto poder o presidente tem de fato.

Uma brecha permite um segundo tipo de veto, o chamado “pocket veto”.

Sob certas circunstâncias, o presidente pode colocar uma proposta legislativa “no seu bolso”, ou seja, ela não vale. O Congresso não pode derrubar esse veto. Essa manobra foi usada mais de mil vezes.

o-poder-do-presidente-dos-eua-6

Decretos que são válidos como leis

O presidente pode determinar como os funcionários do governo cumprirão seus deveres.

Esses decretos presidenciais têm força de lei e não necessitam de aprovação parlamentar.

Ainda assim, o presidente não pode fazer o que bem entender.

A Justiça pode declarar um decreto inválido, ou o Congresso pode aprovar uma lei contrária.

E, ainda, o próximo presidente pode simplesmente revogar um decreto.

o-poder-do-presidente-dos-eua-7

Contornar o Congresso

O presidente pode negociar acordos com outros governos, mas o Senado deve aprová-los com uma maioria de dois terços.

Para contornar isso, em vez de tratados, os presidentes podem fazer uso de “acordos executivos”, que não precisam ser aprovados pelo Congresso.

Eles são válidos enquanto o Congresso não vetá-los ou aprovar legislação que torne o acordo inválido.

o-poder-do-presidente-dos-eua-8

Comandante em chefe

O presidente é o comandante em chefe das tropas, mas é o Congresso que tem o poder de declarar guerra.

Não está claro, porém, se um presidente pode enviar tropas para uma região em conflito.

Na Guerra do Vietnã, o Congresso entendeu que um limite havia sido ultrapassado e interveio por lei.

Ou seja, o presidente só pode assumir competências enquanto o Congresso não agir.

o-poder-do-presidente-dos-eua-9

Impeachment

Se um presidente abusar do poder do cargo ou cometer um crime, a Câmara dos Representantes pode iniciar um processo de impeachment.

Mas há um instrumento muito mais poderoso para parar qualquer iniciativa presidencial: o Congresso tem a competência de aprovar o orçamento e pode simplesmente fechar a torneira de dinheiro do presidente.

Anúncios


Categorias:GEO HUMANA, HISTÓRIA, Multisetorial, POLÍTICA, Relacões Internacionais, TODOS

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: