Marta Jourdan ilustra “A casa cai”, de Marcelo Backes

Em “A casa cai” os espectros rondam por toda parte. Eles vêm do passado, atuam no presente, confundem o futuro. No Rio de Janeiro, um homem que fugiu da vida se internando num seminário, recebe de repente uma missão para a qual não está preparado: administrar a herança física e metafísica de seu pai, que acaba de morrer. Incapaz e sozinho, ele busca consolo junto a amigos distantes, que lhe concedem a ternura de um já antigo calor de estábulo, e encontra uma mulher que talvez esteja um pouco próxima demais.

Enquanto o afeto pela cidade aumenta, o homem acaba descobrindo que sua opção foi a mais sanguinária imaginável: o apartamento foi construído sobre os escombros da Praia do Pinto, uma das favelas horizontais da Zona Sul do Rio de Janeiro, aniquilada como todas as outras. Com sua prosa exuberante, marcada pelo lirismo, Backes dá feição poética à explosão do mercado imobiliário, com todas suas consequências para as metrópoles brasileiras, sobretudo a gentrificação de regiões inteiras e o desterro dos economicamente incapazes para áreas cada vez mais afastadas.

Saiba mais sobre o livro: http://bit.ly/11pquzj

Extrato do Filme Súbita Matéria, de Marta Jourdan
Edição do booktrailer: Murilo Saroldi
Locução : Marcelo Backes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s