O Livro dos Espíritos – Audiobook c/ Carlos e Larissa Vereza

O livro dos espirtos

Acompanhe o áudio com a leitura dos textos

 (Le Livre des Esprits) é o primeiro livro sobre a Doutrina Espírita,

publicado pelo educador francês Hippolyte Léon Denizard Rivail, sob o pseudônimo Allan Kardec.

É uma das obras básicas do espiritismo.

O livro dos espirtos - vereza 2 O Livro dos Espíritos apresenta os princípios da Doutrina Espírita sobre a imortalidade da alma, a natureza dos espíritos e suas relações com os homens, as leis morais, a vida presente e a vida futura, e o destino da humanidade.

Ensinamentos dos Espíritos Superiores através da ajuda de diversos médiuns, e do trabalho de codificação de Allan Kardec.

Áudio Book gravado em 2009, por

Carlos Vereza e Larissa Vereza

playlist-yt-barra-superior

Acima, playlist com todos os vídeos com o áudio do Livro dos Espíritos

Acompanhe o áudio com a leitura dos textos

A obra se divide em quatro “livros”:

Das causas primárias – abordando as noções de divindade, criação e elementos fundamentais do Universo.
Do mundo dos Espíritos – analisando a noção de Espírito e toda a série de imperativos que se ligam a esse conceito, a finalidade de sua existência, seu potencial de auto-aperfeiçoamento, sua pré e sua pós-existência e ainda as relações que estabelece com a matéria.
Das leis morais – trabalhando com o conceito de Leis de ordem Moral a que estaria submetida toda a Criação, quais sejam as leis de: adoração, trabalho,reprodução, conservação, destruição, sociedade, progresso, igualdade, liberdade e justiça, amor e caridade.
Das esperanças e consolações – concluindo com ponderações acerca do futuro do homem, seu estado após a morte, as alegrias e obstáculos que encontra no além-túmulo.

O Livro dos Espíritos
Le Livre des Esprits
Le Livre des Esprits 2.jpg
Publicação do Livro dos Espíritos de 1860 em Paris
Autor (es) Allan Kardec
Idioma francês
País  França
Assunto Doutrina Espírita
Género Filosofia Espiritualista
Série Obras básicas do espiritismo
Lançamento 18 de abril de 1857
Edição portuguesa
Edição brasileira
Tradução Renata Barbosa da Silva
Simone T. Nakamura Bele da Silva
Editora Petit Editora

Próximo

2009 - O Livro dos Espíritos de Allan Kardec - com Carlos e Larissa Vereza

2009 – O Livro dos Espíritos de Allan Kardec – com Carlos e Larissa Vereza

 

História

A obra veio a público em 18 de abril de 1857, lançada no Palais Royal, em Paris, na forma de perguntas e respostas, originalmente compreendendo 501 itens. Foi fruto dos estudos de Kardec sobre os fenômenos das mesas girantes, difundidos por toda a Europa em meados do século XIX, e que, segundo muitos pesquisadores da época, possuíam origem mediúnica. Foi o primeiro de uma série de cinco livros editados pelo pedagogo sobre o mesmo tema.

As médiuns que serviram a esse trabalho foram inicialmente as jovens Caroline e Julie Boudin (respectivamente, com 16 e 14 anos à época), às quais mais tarde se juntou Celine Japhet (com 18 anos à época) no processo de revisão do livro. Após o primeiro esboço, o método das perguntas e respostas foi submetido à comparação com as comunicações obtidas por outros médiuns franceses, num total de “mais de dez“, nas palavras de Kardec, cujos textos psicografados contribuíram para a estruturação do texto.

Segundo Canuto de Abreu, na página VII de O Primeiro Livro dos Espíritos, a segunda edição francesa foi lançada em 18 de março de 1860, tendo o Livro dos Espíritos, naquela reimpressão, sido revisto quase “como trabalho novo, embora os princípios não hajam sofrido nenhuma alteração, salvo pequeníssimo número de exceções, que são antes complementos e esclarecimentos que verdadeiras modificações” (1). Para esta revisão, Kardec manteve contato com grupos espíritas de cerca de 15 países da Europa e das Américas. Nesta segunda edição é que aparecem 1018 perguntas e respostas, sendo que algumas edições atuais trazem 1019 perguntas, acréscimo que, segundo a FEB (Federação Espírita Brasileira), foi devido ao Codificador não ter numerado a pergunta imediatamente após a 1010, aquela que seria a 1011. Assim sendo, o livro teria, na prática, 1019 e não, 1018 perguntas.

Características

A obra se divide em quatro “livros”, como comumente se dividiam as obras filosóficas à época, que abordam respectivamente:

  • Das causas primárias – abordando as noção de divindade, Criação e elementos fundamentais do Universo.
  • Do mundo dos Espíritos – analisando a noção de Espírito e toda a série de imperativos que se ligam a esse conceito, a finalidade de sua existência, seu potencial de auto-aperfeiçoamento, sua pré e sua pós-existência e ainda as relações que estabelece com a matéria.
  • Das leis morais – trabalhando com o conceito de Leis de ordem Moral a que estaria submetida toda a Criação, quais sejam as leis de: adoraçãotrabalho,reproduçãoconservaçãodestruiçãosociedadeprogressoigualdadeliberdade e justiça, amor e caridade.
  • Das esperanças e consolações – concluindo com ponderações acerca do futuro do homem, seu estado após a morte, as alegrias e obstáculos que encontra no além-túmulo.

1018 ou 1019 perguntas?

A obra apresenta 1018 ou 1019 perguntas? A dúvida é suscitada pela comparação entre as diversas traduções e edições para a língua portuguesa, a partir de um lapso na segunda edição da obra em língua francesa, onde encontra-se ausente a questão número 1011. De fato, após a pergunta número 1010, segue-se uma assinalada apenas com travessão e outra com o número 1012. Nas edições da Federação Espírita Brasileira, a tradução de Guillon Ribeiro, ao atingir o número 1010, interrompe a numeração das perguntas sem número, que vinha fazendo até então com letras, e opta por manter a mesma falha, deixando a questão entre a 1010 e a 1012, e as demais questões não numeradas por Allan Kardec, apenas com o travessão original. Pela mesma editora, a tradução de Evandro Noleto Bezerra opta por enumerar a pergunta entre a 1010 e a 1012 com o número 1011. Nas edições da Livraria Allan Kardec Editora (LAKE), a tradução de Herculano Pires apresenta variações, conforme o ano de impressão, o que pode sugerir uma interferência da editora. As edições de 1989 e 2002 apresentam a questão como “1010-a”, mas, a de 1989 apresenta a questão sem número entre a 1012 e a 1013 como “1012”, gerando um total de 1019 questões, ao passo que, na edição de 2002, essa mesma questão sem número é numerada como “1011-a”, o que conduz a um total de apenas 1018 questões. 1

Censura

Em setembro de 1861 o Sr. Lachâtre encomendou, de Barcelona, 300 volumes de obras espíritas, dentre as quais O Livro dos Espíritos. Ao chegarem, os livros foram apreendidos pelo bispo local, num episódio que ficou conhecido como Auto de fé de Barcelona. A sentença foi executada a 9 de outubro, data que marca a intolerância religiosa, reagindo contra a divulgação da Doutrina Espírita.

A 1 de maio de 1864 a Igreja Católica incluiu a obra no “Index Librorum Prohibitorum” – o catálogo das obras cuja leitura é vedada aos seus fiéis.

 

Cronologia do espiritismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre – todos os links dos citados abaixo, na WIKIPÉDIA

Ilustração alusiva a uma sessão mediúnica familiar na capa de uma partitura de música (Boston, 1853).

Índice cronológico de alguns dos principais fatos da pré-história e da história do Espiritismo, abrangendo acontecimentos desde o Século XVI – passando pelo surgimento do Espiritismo em 1857 com o lançamento de O Livro dos Espíritos – até o final do Século XX.

Século XVI

  • 1527 – Nascimento de John Dee
  • 1575 – Nascimento de Jakob Böhme

Século XVII

  • 1688 – Nascimento de Emanuel Swedenborg1

Século XVIII

  • 1734 – Nascimento de Franz Anton Mesmer
  • 1746 – Nascimento do Abade Faria
  • 1751 – Nascimento de Armand-Marie-Jacques de Chastenet, marquês de Puységur
  • 1792 – Nascimento de Edward Irving

Século XIX

  • 1804

    O codificador Allan Kardec e sua esposa Amélie Gabrielle Boudet.

    – Nascimento de Hippolyte Léon Denizard Rivail (Allan Kardec)

  • 1806 – Nascimento de Jean-Baptiste Roustaing
  • 1820 – Nascimento de Émilie Collignon
  • 1826 – Nascimento de Andrew Jackson Davis
  • 1830 – Publicação da primeira obra espírita: “Die Seherin von Prevorst, Eröffnungen über das innere Leben des Menschen und über das Hineinragen einer Geisterwelt in die unsere“,2 do Dr. Justinus Kerner
  • 1831 – Nascimento de Bezerra de Menezes
  • 1832 – Nascimento de Alexandre Aksakof
  • 1833 – Nascimento de Daniel Dunglas Home
  • 1834 – Nascimento de Johann Karl Friedrich Zöllner
  • 1837 – Nascimento de Albert de Rochas
  • 1838 – Nascimento de Charles Foster
  • 1839 – Nascimento de William Staiton Moses
  • 1843 – Nascimento do Dr. Sousa Martins
  • 1846 – Nascimento de Léon Denis
  • 1846 – Manifestação de Buffalo (Irmãos Davenport)
  • 1847 – Primeira reunião espírita em Manchester, nos Estados Unidos
  • 1848 – Manifestação de Hydesville (Irmãs Fox)
  • 1849 – Nascimento de Elizabeth d’Espérance (Mme. d’Espérance)
  • 1850 – Manifestação, nos EUA, da mediunidade de efeito físicos de Daniel Dunglas Home
  • 1853 – Manifestação de Bergzabern, na Baviera (Filipina Sanger)
  • O 3º Congresso Espírita Brasileiro teve como tema central “Chico Xavier: Mediunidade e Caridade com Jesus e Kardec” (Brasília, 2010).

    1853 (c.) – M. Planchette terá criado o tabuleiro Ouija3 4 .

  • 1853 – Na França, o professor Rivail inicia a observação do fenómeno das “mesas girantes”
  • 1854 (31 de Janeiro) – Nascimento de Eusápia Paladino
  • 1854 (10 de Junho) – Fundação, em Nova Iorque, do periódico “The Christian Spiritualist
  • 1855 – Nascimento de Jean Meyer
  • 1857 – Publicação da obra “Livre des Esprits“, de Kardec
  • 1858 – Criação, na França, da Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas, por Kardec
  • 1858 – Lançamento, na França, da “Revue Spirite“, por Kardec
  • 1858 – Nascimento de William Eglinton
  • 1859 – Nascimento de Arthur Conan Doyle
  • 1861

    Logomarca atual da La Revue Spirite.

    – Auto-de-fé de Barcelona

  • 1861 – Primeira fotografia espírita (William Mumler, Boston/MA)
  • 1865 – Nascimento de Fernando Augusto de Lacerda e Mello
  • 1866 – Publicação da obra “Os Quatro Evangelhos ou Revelação da Revelação“, por Roustaing, recebido pela MédiumÉmilie Collignon
  • 1867-1882 – London Dialectical Society
  • 1869 – Lançamento, no Brasil, do periódico O Écho d’Alêm-Tumulo, por Luís Olímpio Teles de Menezes
  • 1869 – Morte de Allan Kardec
  • 1874

    O filósofo Léon Denis (Foug, 1870).

    Um dos experimentos de SirWilliam Crookes pelo qual Daniel D. Home mostrava sua mediunidade (c. 1870).

    – Primeiras experiências do académico inglês William Crookes com a médium Florence Cook

  • 1874 – Lançamento da revista “Psychische Studien
  • 1874 – Nascimento de Harry Houdini
  • 1875 (16 de Junho) – Primeira audiência, em Paris, do chamado “Procés des Spirites“, em que foi indiciado Pierre-Gaëtan Leymarie
  • 1875 – Fundação da Sociedade Teosófica em Adyar, na Índia
  • 1877 – Nascimento de Edgar Cayce
  • 1878 – Nascimento de Ngô Văn Chiêu, fundador do Caodaísmo
  • 1882

    I Congresso Internacional Espiritista (Barcelona, 1888).

    – Fundação da Society for Psychical Research

  • 1883 – Lançamento, no Brasil, do periódico Reformador por Augusto Elias da Silva
  • 1884 – Fundação da Federação Espírita Brasileira
  • 1885 – Fundação da American Society for Psychical Research
  • 1885 – Publicação da obra “O Espiritismo Perante a Ciência” de Gabriel Delanne
  • 1885 – 1917 – Psicografia dos romances de Rochester (espírito) pela médium russa Vera Kryzhanovskaia
  • 1886 – Nascimento de Pietro Ubaldi
  • 1888 – I Congresso Internacional Espiritista em Barcelona
  • 1898 – Publicação da obra Cristianismo e Espiritismo de Léon Denis
  • 1889

    “Croquis” de um médium: gravura da obra “Extériorisation de la sensibilité” de Albert de Rochas (Paris,1899)

    – Congresso espírita e espiritualista internacional em Paris

  • 1891 – Início da pesquisa de Cesare Lombroso com Eusápia Paladino
  • 1891 – Lançamento, na Rússia, da revista “Rebus” por Aksakof
  • 1900 – Congresso espírita e espiritualista internacional em Paris

Século XX

  • 1901 – Experiências, na Itália, de Enrico Morselli com a médium Eusápia Palladino
  • 1903 – Experiências, em Argel, de Charles Robert Richet e de Gabriel Delanne, com a médium de efeitos físicos Marthe Beráud (depois Eva Carrière)
  • 1908 – Experiências, na Itália, de Enrico Imoda com a médium Linda Gazzera
  • 1908 – Manifestação do Caboclo das Sete Encruzilhadas, pelo médium Zélio Fernandino de Moraes, dá origem à Umbanda no Brasil
  • 1908 – Em Portugal, publicação do primeiro volume de “Do País da Luz”, coletânea de textos psicografados pelo médiumFernando de Lacerda
  • 1910 – Nascimento de Francisco Cândido Xavier
  • 1910 – Racionalismo cristão, sistematizada por Luís de Matos e Luís Alves Tomás.
  • 1910 (14 a 18 de maio) – I Congresso Espírita Universal, em Bruxelas; nele foi criado o “Bureau Internacional du Spiritisme“, com sede em Liége, na Bélgica
  • 1912 – Constituição da Ordem Mística do Templo da Rosacruz
  • 1913 – Início das comunicações através do médium inglês George Vale Owen
  • 1913 – Escândalo do periódico “Miroir“: fotografias do Dr. Albert von Schrenck-Notzing
  • 1916 – Constituição da Igreja Católica Liberal
  • 1918 – Fundação do Institut Métapsychique International
  • 1920 – Publicação da obra “A Loucura sob Novo Prisma” de Bezerra de Menezes
  • 1922 – Congresso Internacional Espírita em Londres
  • 1923 – Fundação da International Spiritualist Federation em Liège, na Bélgica
  • 1924 (23 de julho) – o nome de Mina Crandon é apresentado como candidato a um prémio oferecido pela revista “Scientific American” a qualquer médium que pudesse demonstrar habilidades de telecinese sob condições cientificamente controladas.
  • 1924 – Teoria científica do espiritismo, por Charles Henry
  • 1925 – Congresso Internacional Espírita em Paris, organizado pela Federação Espírita Internacional, congrega representantes de 22 países, sob a presidência de Léon Denis
  • 1925 (15 a 18 de maio) – Em Portugal, realização do I Congresso Espírita Nacional, promovido pela União Espírita Algarvia
  • 1925 – No Brasil, publicação de “Vozes do Além pelo Telephone” de Oscar D’Argonnel, pioneiro da transcomunicação instrumental
  • 1926 – No Reino Unido, publicação de “The History of Spiritualism (2 vol.)” de Arthur Conan Doyle
  • 1926 – No Reino Unido, publicação de “The Life Beyond the Veil (5 vol.)” de George Vale Owen, com Introdução de Arthur Conan Doyle
  • 1926 (Maio) – Em Portugal, constituição da Federação Espírita Portuguesa (FEP)
  • 1927 – Nascimento de Divaldo Pereira Franco
  • 1927 – Na Inglaterra, é lançada a revista “Light”, com conferência de Oliver Lodge, sob os auspícios da Aliança Espírita de Londres.
  • 1932 – Publicação de Parnaso de Além-Túmulo de Francisco Cândido Xavier
  • 1934 – Na Espanha tem lugar o “V Congresso Internacional de Espiritismo”
  • 1934 – Nos EUA Joseph Banks Rhine publica o resultado de suas pesquisas com os fenômenos paranormais
  • 1934 – Na Grã-Bretanha, a British Broadcasting Corporation transmite pela primeira vez um programa, de Ernest Oaten, dedicado ao Moderno espiritualismo
  • 1937 – Em Atenas, na Grécia é fundada a “Sociedade Metapsíquica Helênica” (depois “Sociedade Metapsíquica de Atenas”). Entre os seus fundadores destaca-se o criminalista grego e antigo professor da Universidade de Atenas,Panes Yotopolos (1878-1965).
  • 1939 – Em Roma, na Itália, o regime fascista interrompe a publicação do periódico “Luce e Ombra”, que desde 1900 se constituía no principal orgão da pesquisa psiquica italiana. O periódico só voltaria a ser publicado em 1946.
  • 1939 – Fundação da União Espiritista de Umbanda do Brasil
  • 1940 – O Espiritismo, sob o nome de “Heliosóphia” estabelece-se na Guatemala. A designação surge em obediência às leis daquele país que, à época, proibiam o uso do nome verdadeiro. Desde então, as “Escuelas Heliosophicas“, protegidas sob essa denominação, passaram a divulgar a doutrina de Allan Kardec.
  • 1941 (de 19 a 26 de Outubro) – Realização do I Congresso Brasileiro de Umbanda pela Federação Espírita de Umbanda
  • 1944 – Publicação da obra “Nosso Lar” de Chico Xavier
  • 1946 – I Congresso Espírita Pan-Americano em Buenos Aires, na Argentina
  • 1946 – Fundação da Confederação Espírita Pan-Americana durante o I Congresso Espírita Pan-Americano
  • 1948 – No Rio de Janeiro, realização do I Congresso de Mocidades Espíritas do Brasil
  • 1949 – II Congresso Espírita Pan-Americano no Rio de Janeiro, no Brasil, promovido pela Liga Espírita do Brasil
  • 1956 – Publicação de “The Search for Bridey Murphy“, de Morey Bernstein
  • 1961 (de 16 a 23 de Julho) – Realização do II Congresso Brasileiro de Umbanda no auditório da Associação Brasileira de Imprensa no Rio de Janeiro
  • 1963 – Fundação do Instituto Brasileiro de Pesquisas Psicobiofísicas, na cidade de São Paulo
  • 1966 – Publicação de “Twenty Cases Suggestive of Reincarnation” do canadense Ian Stevenson
  • 1973 (de 15 a 21 de Julho) – Realização do III Congresso Brasileiro de Umbanda, no Rio de Janeiro
  • 1975 – II Congresso Internacional de Pesquisas Psicotrônicas em Monte Carlo, Mônaco, promovido pela “The International Association for Psichotronic Research“.
  • 1975 – Publicação de “Vida Depois da Vida” de Raymond Moody
  • 1983 – Publicação de “Out on a Limb” de Shirley MacLaine
  • 1988 – Publicação de “Muitas Vidas, Muitos Mestres” de Brian Weiss
  • 1994 – Em Portugal, realização do II Congresso Nacional de Espiritismo
  • 1999 – No Brasil, fundação da Associação Médico-Espírita Internacional.
Anúncios


Categorias:EDUCAÇÃO, LIVROS

Tags:, , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: