Quando o Amor esteve na Igreja

 A Missa de Despedida da Igreja de Santo Antônio. Momentos de muita emoção e tristeza. Um encontro que levou pessoas de diferentes credos. Uma multidão de admiradores de Padre Beto, que por 15 anos, dedicou sua vida à Igreja Católica, e que escolheu deixá-la, por achar que deveria ter o direito de refletir sobre assuntos morais, e sim, discordar de posturas oficiais do Vaticano. Contudo, depois das imposições do Bispo, preferiu sair de cabeça erguida, pela porta da frente da Igreja. Optou por deixá-la, ao invés de dizer-se arrependido na frente de câmeras de TV, por ter dito coisas que acha serem verdadeiras.

Padre Beto no Facebook

Site de Padre Beto 

apresentador do programa “Deus e as Religiões” Wellington Balbo

diretor fundador da Bauru TV Paul Sampaio

Um comentário sobre “Quando o Amor esteve na Igreja

  1. A Igreja Romana mostrou mais uma vez sua verdadeira face: retrógrada, hipócrita, desumana, preconceituosa. Infelizmente o discurso do amor ao próximo só fica nas palavras. O que essa instituição decadente sabe fazer na prática é excluir, discriminar, excomungar! Não é a toa que a cada ano que passa mais e mais católicos deixam o rebanho a procura de outras religiões que sejam fiéis a mensagem de Cristo. Hipocrisia tem limites!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s